Phil Davis derrota Lyoto Machida no Bellator 245

P. Davis vence a revanche contra o Lyoto. Foto: Reprodução / Bellator

Lyoto machida mim Phil Davis Eles se encontraram novamente mais de sete anos após o primeiro jogo, no UFC 163, e a partida parecia seguir o mesmo roteiro. Em luta estudada, com os dois atletas se respeitando, o americano venceu na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28). O duelo foi a principal atração do Bellator 245, realizado nesta sexta-feira 11), em Uncasville, nos Estados Unidos.

Com o resultado, Davis derrota o brasileiro novamente, soma sua terceira vitória consecutiva e se classifica para desafiar o campeão dos meio-pesados. Vadim nemkov. Por outro lado, Machida sofre a segunda derrota consecutiva no MMA – Tem 26 vitórias e 10 derrotas.

O Bellator 245 não trará boas lembranças aos brasileiros. Atuando no cartão preliminar, Rafael Carvalho, ex-campeão do evento, foi ultrapassado por Alex Polizzi, na decisão unânime dos jurados.

Davis vence revanche contra Lyoto

No primeiro turno, a tensão foi evidente. Apesar de estudar os dois, também houve momentos de ação. Lyoto, especialista em caratê, costumava usar muito os chutes baixos. Curiosamente, Davis, conhecido por luta de alto nível, foi destemido e trocou golpes com seu oponente. O americano tentou andar para a frente e alternou chutes baixos com chutes altos.

No segundo turno, Davis voltou melhor. O americano foi mais ativo, deu os melhores golpes, de novo, com chutes, e, em um dos ataques, até desequilibrou Lyoto. Na parte final, o atleta pressionou o brasileiro pelo grid, buscando a queda pela primeira vez na luta.

Quem pensa que o terceiro turno teve mais ação está errado. Na verdade, foi tão difícil marcar como o primeiro. Desta vez, Davis alternou chutes com socos, mas a maioria de seus ataques eram do vácuo. Lyoto, que dobrou sua curva, avisou que teria que definir a luta para sair vencedor, foi mais ativo e deu os melhores golpes para o adversário.

No final, Davis voltou a vencer Lyoto em mais uma luta equilibrada. Agora, o ex-campeão dos meio-pesados ​​(93 kg) tem um caminho livre para se vingar Vadim nemkov, atual número um na categoria. Lyoto, que voltou aos meio-pesados, perdeu a segunda luta seguida no Bellator e está em situação delicada. Aos 42 anos, o veterano soma duas vitórias e duas derrotas para a organização.

Mitos confirmam favoritismo

Sem atuar desde dezembro de 2018, Mesas de gato Ele estreou no Bellator sem dar chance. A ex-atleta do UFC confirmou o favoritismo ao vencer Gabby Holloway e, mais do que isso, o triunfo aconteceu com segurança. Muito mais experiente que o adversário, Zingano mostrou suas credenciais no wrestling e tirou proveito disso. No primeiro round ele não se aventurou na luta em pé, acertou a adversária e, uma vez com ela no chão, só saiu quando o árbitro interrompeu.

Na segunda rodada, mais do mesmo. A combinação de luta no solo e soco (ataques no solo) foi ainda mais eficaz. O domínio de Zingano foi tão grande que resultou em um 10 × 8 a seu favor.

Com a vantagem na contagem, tudo indicava que o terceiro round seria um mero protocolo, mas Zingano passou por um susto. Holloway aproveitou uma vaga da veterana, subiu em cima dela no chão e aplicou uma sequência de cotoveladas, que quase fez o árbitro interromper a luta. Ao se livrar dos ataques, Zingano correu atrás dos estragos e foi quase ela quem encerrou a luta.

Aos 38 anos, Zingano está de volta ao caminho das vitórias e, com seu bom desempenho, somado à popularidade no MMA, pode encontrar o campeão dos penas (65,8kg), Cris Cyborg, em breve. Vale lembrar que a americana lutou pelo cinturão de galos do UFC (61,2 kg).

Zebra pronta

Ed Ruth é um dos nomes mais conhecidos do Bellator por ser um lutador de alto nível, mas desta vez errou, justamente, na modalidade que domina. Contra Taylor Johnson, ele estava disposto a mostrar sua superioridade nesta área, mas foi rapidamente surpreendido.

Johnson não se desesperou quando foi derrubado e atacou perceptivelmente o joelho de Ruth, que defendeu com alguma dificuldade. O atleta não desistiu e voltou a rebater, aplicou uma chave de calcanhar invertida no adversário, que teve de lhe dar os três tapinhas de recuo.

Toda essa ação ocorreu em apenas 59 segundos de luta e a curiosidade é que, apesar da destreza de Johnson, no chão, esta foi sua primeira finalização na carreira. Anteriormente, todas as cinco vitórias de Thombstone foram por nocaute.

Por sua vez, Ruth gradualmente sai dos holofotes. ‘Fácil’ havia perdido sua última luta, ainda por conta do meio-médio (77,6 kg) e, na estreia no peso médio (83,9 kg), o resultado não foi diferente. Das três derrotas de Ruth na carreira, duas foram por finalização, apesar de ser faixa-roxa de jiu-jitsu.

O ex-campeão perde mais um

Fase de Rafael carvalho nada bom. Se em sua estreia no Bellator o brasileiro impressionou ao vencer as seis primeiras lutas, sagrando-se campeão dos médios (83,9kg), atualmente foi rebaixado às eliminatórias e perdeu pela segunda vez consecutiva. O carrasco foi o invicto Alex Polizzi, que estreou na organização.

A luta não foi nada emocionante e, na maior parte, foi travada no grid ao longo dos três rounds. Apesar de fisicamente maior que o adversário, Rafael era passivo e, em pé, facilitava o trabalho do americano no ringue. Desde a passagem do peso médio para o meio-pesado (93kg), o brasileiro ainda não venceu e, aos 34 anos, sua seqüência atual é de quatro derrotas nas últimas cinco lutas.

Resultados do Bellator 245

CARD PRINCIPAL

Peso-pesado leve: Phil Davis derrotado Lyoto machida na decisão dividida dos juízes (28-29, 29-28, 29-28)

Peso da caneta: Mesas de gato derrotou Gabby Holloway por decisão unânime (29-27, 30-26, 30-26)

Peso médio: Taylor Johnson derrotou Ed Ruth por finalização a 0m59s do R1

Peso meio-médio: Raymond Daniels x Peter Stanonik termina sem resultado (sem contestação) 1m0s do R2

CARTÃO PRELIMINAR

Peso meio-pesado: Alex Polizzi derrotado Rafael carvalho na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena: Leslie Smith derrotou Amanda Bell por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pesado: Tyrell Fortune vs. Jack pode terminar sem resultado (sem competição) 2m42s de R1

Peso casado (até 64 kg): Keith Lee derrotou Vinicius Zani por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)

PODCAST DEBATES DE MICHEL PEREIRA UFC SHOW E ESQUECE PARA LYOTO x DAVIS REVANCHE

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *