Prefeitura de SP antecipa férias escolares devido a coronavírus

JBr.

Para conter o progresso do novo coronavírus na capital, a cidade de São Paulo decidiu antecipar as férias de julho, que começarão na segunda-feira 23. A medida, que será válida para estudantes, professores e assistentes, definiu o novo período de recesso entre os 23 de março e 9 de abril, e chegará pelo correio de 4.000 escolas, 80.000 educadores e um milhão de estudantes.

“A antecipação do recesso não trará prejuízos pedagógicos para nossos alunos e professores, pois estamos antecipando o cronograma da Rede Municipal. A medida será constantemente reavaliada pelas equipes da Secretaria Municipal de Educação e novas medidas poderão ser adotadas seguindo as orientações das autoridades de Saúde ”, afirmou, através de nota da Prefeitura, do secretário municipal de Educação, Bruno Caetano.

De acordo com o Conselho da Cidade, as escolas devem ter pelo menos dois servidores restantes durante o horário comercial, mas o serviço ao público externo será interrompido. As CEUs também serão fechadas, mesmo para atividades ao ar livre.

Para os servidores nos prédios administrativos da Secretaria Municipal de Educação, dos coordenadores e das diretorias regionais de educação, a adesão ao teletrabalho (escritório doméstico) fica a critério dos respectivos chefes imediatos.

Status do conteúdo

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *