Presidente da FIFA diz que o futebol terá que ser “remodelado”

JBr.

ROMA, 23 DE MARÇO (ANSA) – O presidente da FIFA, Gianni Infantino, que completou 50 anos nesta segunda-feira (23), disse que o futebol terá que ser “revisado” devido à nova pandemia de coronavírus (Sars-CoV -2 )

Várias competições continentais e ligas nacionais foram adiadas devido ao Covid-19. Infantino, por sua vez, busca adotar algumas estratégias para impedir que o esporte entre em uma “crise irreversível” devido à pandemia.

“Teremos que remodelar o futebol mundial dando um passo atrás. É necessária uma avaliação geral do impacto. Todos temos que salvar o futebol de uma crise que apresenta o risco de se tornar irreversível “, afirmou o presidente da FIFA em entrevista ao jornal” Gazzetta dello Sport “.

Entre as opções de Infantino, ele estaria mudando os formatos dos torneios, como reduzir o número deles, mas torná-los mais “interessantes”.

“Podemos ter menos, mas competições mais interessantes. Talvez menos equipamento, mas mais equilíbrio. Menos jogos, mas mais competitivos, para preservar a saúde de nossos jogadores “, explicou o gerente.

O coronavírus causou a interrupção de várias competições em todo o mundo, como as cinco principais ligas europeias (Inglaterra, Alemanha, Itália, Espanha e França), Liga dos Campeões, Liga Europa, Copa Europa, Copa do Euro, Copa América e Copa Libertadores da América.

As ligas da Romênia, Grécia, Bulgária, Marrocos e Austrália, por exemplo, continuam sendo disputadas, mas com as portas fechadas.

Os torneios de futebol em Cingapura, Burkina Faso e Bielorrússia, por outro lado, ocorrem sem problemas.

Loop

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.