Prévia da VNL FIVB 2019: Seleção Brasileira Masculina

O Brasil se viu sem lugar no pódio na VNL FIVB do ano passado e isso se tornou emblemático da separação da equipe dos dias de glória de consistentes medalhas de ouro há mais de uma década.

Assista à FIVB Volleyball Nations League 2019 AO VIVO no FloVolleyball

Mas a Seleção Brasileira masculina, a seleção mais bem colocada do mundo, é um orgulhoso grupo com tradição vitoriosa consolidada no cenário internacional. Portanto, embora outros possam tê-los excluído, eles não o fizeram. E isso resultou em uma merecida medalha de prata no Campeonato Mundial de 2018.

O Brasil vai nos surpreender novamente na FIVB VNL 2019?

Ganhar perder: 10/5

Pontos: 30

Definir vitórias / perdas / proporção: 34/21 / 1.619

Pontos ganhos / perdidos / proporção: 1280/1213 / 1.055

Posição final: Quarto

O que há de novo para o Brasil na FIVB VNL 2019?

Parece que o mundo ainda está se adaptando a essa seleção masculina brasileira que não conta mais com craques lendários como Dante ou Giba. Mas, no geral, o Brasil tem se saído muito bem em termos de passar o bastão para novas estrelas. Espere ver a safra atual de talentos do Brasil em ação novamente após uma corrida bem-sucedida no Campeonato Mundial de 2018 que aumenta a confiança.

Ranking Mundial do Brasil: 1 (outubro de 2018)

Calendário de jogos da FIVB VNL do Brasil 2019

Semana 1

31 de maio às 22h30 CT – US V Brasil

1º de junho às 7h CT – Brasil x Austrália

2 de junho às 10h CT – Brasil x Polônia

Semana 2

7 de junho às 01h40 CT – Brasil x Irã

8 de junho às 4:40 CT – Japão x Brasil

9 de junho às 01h10 CT – Argentina x Brasil

Semana 3

14 de junho às 12h CT – Brasil x Sérvia

15 de junho às 10h CT – Brasil x China

16 de junho às 12h CT – Portugal x Brasil

Semana 4

21 de junho às 19h CT – Brasil x Bulgária

22 de junho às 19h CT – Brasil x Alemanha

23 de junho às 19h CT – Brasil x Rússia

Semana 5

28 de junho às 18h CT – Brasil x França

29 de junho às 18h CT – Brasil x Canadá

30 de junho às 17h CT – Brasil x Itália

Jogos do Brasil a serem observados na FIVB VNL 2019

Os jogos do Brasil contra a FIVB VNL, que recebe os EUA, e a atual campeã Rússia, devem ser emocionantes de assistir. Mas também há muita expectativa em torno dos brasileiros enfrentarem a Polônia no início do calendário do torneio. As duas equipes se enfrentaram na final do Campeonato Mundial de 2018, onde o Brasil caiu em dois sets, mas ainda se manteve firme. Portanto, deve ser um bom para sintonizar.

Lista Provisória do Brasil

Treinador: Renan dal Zotto

gratuitamente; Maique Reis Nascimento, Thales Hoss, Douglas Purity

Camadas: Fernando Kreling, Bruno Rezende, William Arjona, Raphael Vieira de Oliveira, Thiago Pontes Veloso, Eduardo Sobrinho

Bloqueadores médios: Flavio Gualberto, Matheus Bispo Dos Santos, Isac Santos, Eder Carbonera, Otavio Pinto, Mauricio Souza, Lucas Saatcamp

Atacantes de asa (atacantes externos e opostos): Rafael Araujo, Felipe Roque, Carlos Eduardo Barreto Silva, Henrique Honorato, Rodrigo Leão, Lucas Loh, Wallace de Souza, Yoandy Leal Hidalgo, Douglas Souza, Evandro Guerra, Ricardo Lucarelli, Maurício Borges Silva, Alan Souza, Renan Buiatti

Idade Média: 28,3 (O primeiro mais antigo)

Altura média: 197,4cm (Décimo mais alto)

Jogadores brasileiros para assistir na VNL FIVB 2019: Wallace de Souza, Bruno Rezende

Wallace de Souza, que joga no lado oposto, é sem dúvida o melhor jogador da seleção brasileira. Ele marcou 157 pontos no Campeonato Mundial de 2018 e também foi o segundo melhor artilheiro durante a fase preliminar da VNL FIVB do ano passado. O jogador de 31 anos, que está na Seleção Brasileira desde 2009, é incrível de assistir e é um dos melhores do mundo na sua posição. Ele tem a habilidade de acertar em certos ângulos e é um artilheiro confiável. Esperamos que ele comande o Brasil na FIVB VNL 2019.

Juntando-se a Wallace, estaria o capitão da equipe Bruno Rezende. O veterano de 32 anos é reconhecido como um dos melhores armadores do mundo. Ele é um verdadeiro líder e é capaz de conduzir o jogo muito bem. Ele foi eleito o Melhor Organizador durante as Olimpíadas Rio 2016. O astro em ascensão Douglas Souza, 23, também deve estar atento após ser eleito o Melhor Pontificador Externo durante o Campeonato Mundial de 2018. Enquanto isso, Lucas Saatkamp, ​​The 33, foi eleito o Melhor Médio Bloqueador no mesmo torneio e sustenta o grande centro do Brasil.

Resumindo: nunca descarte o Brasil

Apesar de estar em primeiro lugar no mundo, os dias de glória do Brasil já foram sentidos. O Brasil já esteve no topo do mundo com três ouros consecutivos no Campeonato Mundial de 2002 a 2010. Eles também ganharam duas medalhas de prata e dois ouros nas Olimpíadas de 2004 a 2016. Mas o Brasil parece um time diferente agora sem os nomes. lendários que dominaram o voleibol masculino há tantos anos. As desistências foram inevitáveis, assim como as lesões, por isso a equipe sente que está em um período de reconstrução e formação de uma nova identidade com uma nova safra de talentos.

O fraco desempenho da equipe na FIVB VNL do ano passado pode ter levado as pessoas a acreditar que ela não poderia se dar bem no Campeonato Mundial. É verdade que os brasileiros tiveram um início instável, mas os jogadores de alguma forma encontraram o equilíbrio e melhoraram à medida que o torneio avançava. No final, o Brasil tinha uma chance real de ouro e completou uma corrida inesperada para a final.

Pode ter ficado aquém, mas mostrou sem dúvida que o Brasil pode voltar a correr com os melhores dos melhores. Há mais espaço para melhorias com Wallace e Bruno se juntando às jovens estrelas, então não seria nenhuma surpresa se ele se mostrasse bem na FIVB VNL 2019.

O que é uma projeção realista do VNL FIVB para a seleção brasileira masculina?

Depois de uma boa atuação no Mundial, todos verão o Brasil vir para a FIVB VNL 2019. Na verdade, as expectativas são bem maiores desta vez em relação ao ano passado. Isso pode testar a determinação mental desta equipe e seria interessante ver como eles respondem a um pouco mais de pressão.

Afinal, eles ainda são o número um do mundo. Mas eles terão que superar grandes rivais antes de arrebatar o ouro. Os Estados Unidos, Polônia, Sérvia e Rússia são competidores muito difíceis e o Brasil teria que trabalhar muito para vencê-los. No entanto, na esteira da corrida da equipe pelo Campeonato Mundial, está pelo menos bem claro que o resto do mundo faria bem em não descartar o Brasil.

Como assistir ao Brasil na FIVB VNL 2019

Assista a FIVB Volleyball Nations League 2019 em sua totalidade AO VIVO no FloVolleyball.

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *