Privatização adiada – Porto de Itajaí, Brasil

O porto permanecerá sob administração municipal até 2025, já que o governo não pode publicar o aviso de privatização a tempo, informa a mídia brasileira.

O complexo é, desde 2003, o segundo em movimentação de contêineres no país, atrás apenas do Porto de Santos.

O Ministério da Infraestrutura adiou o lançamento do edital de privatização, que dará ao município o controle do porto por mais dois anos a partir de janeiro de 2023. Além de confirmar a prorrogação do contrato, as autoridades municipais disseram que vão solicitar ajustes no mesmo e reforçará as tentativas de fortalecer a atividade portuária local.

“Com o término da delegação em dezembro deste ano, é fundamental confirmarmos a prorrogação desse convênio entre o Governo Federal e o Município para que possamos continuar administrando o Porto de Itajaí por mais dois anos enquanto o edital de privatização é concluído”, disse o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni.

“Além disso, Itajaí atenderá à solicitação do Ministério da Infraestrutura para garantir a continuidade das atividades portuárias e o desenvolvimento de nossa cidade, região e Santa Catarina. Nosso Porto é parte essencial da economia do Estado, assim como do Brasil, e não pode ser afetado por essa situação”.

Serão apresentados à Secretaria de Portos e Transportes Aquaviários da Nação os documentos para renovação do atual convênio com o município, mas solicitará a eliminação de cláusula resolutiva que garante a validade do contrato pelos próximos dois anos sem opção de rescisão isso antes.

De acordo com o porto, isso é necessário para dar segurança aos operadores portuários para que possam manter as operações com conforto e buscar novas linhas no Porto de Itajaí durante o período de transição até a conclusão do processo do novo modelo exploratório. A exclusão também evitaria problemas criados por uma possível instabilidade logística.

Atualmente, o Complexo Portuário de Itajaí é responsável por mais de 70% do fluxo comercial de Santa Catarina e quase 5% do fluxo nacional (US$ 16 bilhões por ano), além de possuir a maior capacidade de infraestrutura para cargas frigoríficas do país.

O acordo para a delegação do Porto de Itajaí ao município termina em 31 de dezembro de 2022. No entanto, o edital, previsto para ser divulgado no final deste ano, foi adiado, e a gestão municipal será renovada para os próximos dois anos. , ou seja, até dezembro de 2024.

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.