Que tragédia! Turista morre depois de arriscar para tirar uma foto em um penhasco na Austrália; saber detalhes

No último sábado (12), um turista morreu após ter a oportunidade de tirar uma foto na beira de um penhasco no Parque Nacional de Grampians, na Austrália. Rosy Loomba, 38, sofreu uma queda de 80 metros de altura, em um prédio de aproximadamente 27 andares, e não resistiu.

De acordo com a CNN, a polícia informou que Loompa havia passado as barreiras de segurança postadas no local para posar para uma foto em uma pedra. No entanto, o turista tropeçou na borda e caiu. Seu marido e filho a acompanharam. Algumas testemunhas chegaram a ouvir os gritos quando a mulher perdeu o equilíbrio, mas nenhum dos presentes conseguiu ajudá-la.

Continue após o anúncio

Após a trágica morte na queda, os serviços de emergência tiveram que escalar a falésia para recolher o corpo da mulher, em um trabalho que durou cerca de seis horas. Já o ponto turístico ficou fechado da tarde até as 22h do mesmo dia, hora local. Mas essas “lacunas” nas barreiras de segurança não são nenhuma novidade … Pelo contrário.

Apesar das belas paisagens, o Parque Nacional de Grampians apresenta um grande risco para os visitantes que cruzam as fronteiras. (Foto: Reprodução / Instagram)

Em entrevista ao blog Page Not Found, o consultor financeiro Gustavo Maranzati fez o relato de quando visitou o local onde Loomba sofreu um acidente. “Na vez de cada um, as pessoas pularam a proteção estabelecida pelo parque, foram até a ponta da rocha e tiraram fotos. Alguns se levantaram, outros se sentaram (como eu). Todos brincaram com a situação e não pareciam ver nenhum perigo. Confesso que me senti seguro sentado na rocha, mas caminhei com muito cuidado até chegar à borda “, ele disse.

Continue após o anúncio

Segundo o brasileiro, o Parque Nacional de Grampians possui diversos pontos onde é possível contornar tais proteções e, consequentemente, expor-se aos maiores riscos. “Infelizmente, o parque possui muitos locais onde é possível perfurar as barreiras de proteção para obter belas imagens em pedras altas como a do acidente, por isso é responsabilidade do visitante vigiar e não se arriscar”.disse o homem de 24 anos.

O guia turístico já havia alertado sobre os perigos que os turistas enfrentam ao tirar fotos perfeitas. (Foto: Reprodução / Instagram)

O guia turístico Graham Wood também alertou sobre esse risco, cerca de meia hora antes da morte do turista. “Eu disse aos meus clientes que este [pessoas subindo pela barreira de proteção] Isso acontece toda hora … E um dia desses, alguém caiu. Estou triste com o que aconteceu “ele lamentou, em entrevista ao site Nine News.

You May Also Like

About the Author: Edson Moreira

"Zombieaholic. Amadores de comida amadora. Estudioso de cerveja. Especialista em extremo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *