Rebeca Andrade do Brasil rouba os holofotes no campeonato mundial de ginástica, ganhando 2 medalhas

Rebeca Andrade do Brasil somou um título mundial à sua medalha de ouro olímpica de Tóquio no salto e ganhou uma medalha de prata em barras desiguais no sábado no campeonato mundial de ginástica em Kitakyushu, no Japão.

Andrade marcou 15.133 pontos em seu primeiro salto e 14.800 em seu segundo esforço, uma torção dupla de Yurchenko, para uma média de 14.966.

Asia D’Amato, da Itália, ficou com a prata com 14.083 pontos, enquanto a campeã geral Angelina Melnikova, da Rússia, ficou em terceiro com 13.966.

O título de salto de Andrade é apenas o segundo ouro de um brasileiro e o primeiro desde que Daiane Dos Santos conquistou a pista na Copa do Mundo de 2003.

Andrade então somou a medalha de prata ao terminar em segundo atrás do chinês Wei Xiaoyuan nas barras desiguais.

Andrade marcou 14.633 pontos e se tornou o primeiro brasileiro a meditar na prova em campeonatos mundiais.

Wei recebeu 14.733 pontos, enquanto o compatriota Luo Rui fez a mesma pontuação de Andrade, mas perdeu no desempate e terminou em terceiro.

Primeiro cavalo de ouro com alças nos EUA

Andrade optou por não competir no evento completo de quinta-feira, alegando preocupações com lesões. O jovem de 22 anos sofreu rupturas do ACL entre 2015 e 2019.

“Muitas pessoas não acreditaram em mim quando me machuquei”, disse Andrade no Olympics.com. “Hoje, estou aqui para mostrar ao mundo que tudo é possível se você perseguir o que realmente deseja. Você pode fazer isso se tiver pessoas que acreditem em você.”

Em outras provas, Stephen Nedoroscik conquistou o primeiro cavalo com alças de ouro para os Estados Unidos com 15.266 pontos. Weng Hao da China e Kaya Kazuma do Japão dividiram a prata com 14.900.

“Estou um pouco em choque agora”, disse Nedoroscik. “Estou muito orgulhoso do que fiz, todas as probabilidades estavam contra mim vindo aqui. Sempre pensei que uma medalha de ouro seria possível para mim. Sempre tive confiança em mim mesmo.”

Um dia depois de ganhar a medalha de ouro geral, Zhang Boheng da China retirou-se da final do aparelho no sábado, assim como o medalhista de prata Daiki Hashimoto do Japão.

Hashimoto, o medalhista de ouro olímpico completo, está descansando o pulso e as costas doloridos, mas planeja participar da final de barras paralelas e horizontais no domingo, de acordo com a Federação Japonesa de Ginástica.

Nicola Bartolini, da Itália, conquistou a medalha de ouro no solo masculino com 14.800 pontos. Kazuki Minami do Japão, que substituiu Hashimoto, foi o segundo com 14.766, enquanto Emil Soravuo da Finlândia levou o bronze com 14.700.

A China também conquistou o ouro na final do ringue masculino, com Lan Xingyu recebendo 15.200 pontos. O italiano Marco Lodadio foi o segundo com 14.866, seguido pelo seu compatriota Salvatore Maresca com 14.833.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *