São Paulo apresenta classificação no Brasileiro Feminino

O São Paulo está praticamente garantido na próxima fase da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro Feminino. Neste domingo (4), jogando no Barradão, em Salvador, o Tricolor venceu o Vitória por 6 a 0, abrindo cinco pontos para o Flamengo, primeiro time fora da zona de classificação nas quartas de final, com seis na disputa. A vaga ainda não está garantida porque o Rubro-negro carioca e o Grêmio também venceram na 13ª rodada.

A vitória paulina foi empatada no primeiro tempo, com o time paulista entrando no intervalo com quatro gols de vantagem. A atacante Gláucia abriu o placar com apenas 25 segundos. Os atacantes Giovaninha e Mylla também balançaram as redes, assim como o meio-campista Rafa. Na fase final, os volantes Andressa e Cris completaram o placar no Barradão, levando o São Paulo a 26 pontos, na terceira colocação. As Leoas, zeradas e já abaixadas, estão na lanterna.

O Tricolor aproveitou o empate entre Avaí / Kindermann e Cruzeiro, em Caçador (SC), por 1 a 1. O zagueiro Simeia colocou a equipe local na frente, mas o atacante Micaelly, com pênalti, evitou a derrota de Cabulosas, que está em décima posição, com 17 pontos, com remotas possibilidades de classificação. O Santa Catarina, com 24 pontos, perdeu a chance de garantir a vaga logo no início das quartas de final, caindo para a quarta colocação com 24 pontos.

Além do Cruzeiro, o São José também lutou pela qualificação. A derrota por 3 a 0 para o líder Corinthians, no Parque São Jorge, em São Paulo, foi uma ducha fria para os Joseons, que vinham da vitória por 3 a 0 sobre o Flamengo na última quinta-feira (1). A zagueira Erika, de cabeça, e os atacantes Adriana e Gabi Portilho marcaram para o Timão, que somou 36 pontos, com 12 vitórias em 13 jogos. O Água do Vale, com 16 pontos, tem que vencer as próximas partidas e torcer para que Grêmio e Flamengo não marquem.

O carioca Rubro-Negro ficou 21 pontos atrás com uma vitória por 4 a 0 sobre o Audax, na Gávea, no Rio de Janeiro. Com a derrota, se o Minas Brasília vencer o Iranduba na segunda-feira (5), o time de Osasco (SP) (que ocupa a 14ª posição, com sete pontos) terá consolidado o rebaixamento para a Série A2 (segunda divisão). Os atacantes Rafa Barros e Tuane, a meia Ana Carla e o zagueiro Rubia (contra) marcaram pelos Flamenguistas, que continuam na nona colocação para o brasileiro.

O Flamengo não entrou no G-8 porque Gremista Gurias aplicou 3 a 1 na Ponte Preta, em Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). O meia do Pri Back, de pênalti, a zagueira Andressa Pereira e a atacante Eudmilla balançaram as redes para o Tricolores, que acumula 22 pontos e segue na oitava posição. O atacante Cá, também de pênalti, descontado para o Macaca, que ainda não marcou e já havia decretado a queda para a Segunda Divisão Nacional em 2021.

Além de Iranduba e Minas, que se enfrentam às 16h (horário de Brasília) em Manaus, mais dois jogos completam a 13ª rodada da segunda. Às 15h, Palmeiras e Internacional se enfrentam em São Paulo, no Allianz Parque (quem ganha garante a classificação antecipada às quartas-feiras). Às 19h, Santos recebe a Estrada de Ferro na Vila Belmiro. O Sirenas está garantido na próxima fase, enquanto o Guerreiras Grenás pode adiantar a vaga em caso de vitória no litoral paulista.

Confira a classificação da Série A1 do Brasileiro Feminino.

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado Castilho

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *