Seleção do Brasil como favorito para a Copa do Mundo não significa nada

Uma coisa é o Brasil ser favorito ao título da Copa do Mundo e outra é ser favorito, segundo o atacante da seleção Rodrygo.

A Seleção não perde um jogo desde a derrota na final da Copa América para a Argentina em 2021 e vai para a Copa do Mundo com uma das seleções mais fortes do mundo. No entanto, Rodrygo disse que o time ainda não mostrou que é o melhor quando é preciso.

– Copa do Mundo 2022: todas as listas de convocados para o Qatar
– Copa do Mundo 2022: ESPN classifica os 50 melhores jogadores do Catar

“Sabemos que temos uma grande equipa, que estamos entre os favoritos”, afirmou o treinador do Real Madrid. rodrygo disse. “Mas também há outras equipes muito boas.

“Não adianta dizer que somos favoritos e depois entrar em campo e não mostrar. Sabemos que todos estavam bem em seus clubes e por isso estão aqui. Muitos bons jogadores ficaram”.

O Brasil conquistou a Copa do Mundo cinco vezes, a última em 2002, mas o companheiro de Rodrygo marquinhos ele ecoou os sentimentos de seu compatriota de que o talento por si só não seria suficiente para ganhar o sexto troféu.

“Se pensarmos que somos favoritos, que somos os melhores, não vamos avançar”, disse Marquinhos, zagueiro do Paris Saint-Germain. “Temos visto como estão as coisas nesta competição, que é muito difícil. Todas as equipes estão preparadas e muito equilibradas, a vida pode ser complicada, esse é o [World] Tigela.

“Não adianta vir aqui e falar sobre o futuro. Primeiro temos que passar pela primeira fase. Serão três jogos muito difíceis. Muitos jogadores que estão aqui já tiveram a experiência de jogar uma Copa do Mundo antes com o mesmo elenco .” .”

O Brasil estreia na Copa do Mundo contra a Sérvia em 24 de novembro e Marquinhos garantiu a seus compatriotas que estará pronto, apesar de ter contraído um problema muscular no início deste mês que o afastou dos gramados na vitória do PSG por 5 x 1 sobre o Auxerre em 11 de novembro.

Marquinhos não pôde treinar com a seleção brasileira no início desta semana em Turim, mas completou o treino de quinta-feira com a seleção, para seu grande alívio.

“Foi apenas um incômodo que senti nos últimos jogos com o Paris, estava me incomodando nos treinos.” ele disse. “Foi decidido com a comissão técnica antes da Copa do Mundo que ele descansaria por precaução.

“Hoje fiz o treino completo, estou muito feliz, falta uma semana para a estreia. Ainda temos dias para trabalhar. Vou trabalhar duro para estar 100 por cento.”

O Brasil também enfrentará Suíça e Camarões no Grupo G.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.