Será que agora vai cair em Coxa?

Uma derrota previsível e desanimadora – este é o resumo de Fluminense x Coritiba. O triunfo do tricolor carioca por 4 × 0, na noite de segunda-feira (28), no Engenhão, mostrou que há muito errado na Coxa. A O elenco tem poucas opções de qualidade. O técnico Jorginho Apostamos numa tática extremamente defensiva e sem proposição de jogo. Y o conselho demorou muito para perceber as falhas que ele fez. O plugue acabou agora?

+ Lyrics Podcast: Gustavo Villani se emociona ao falar sobre um ídolo do futebol paranaensemim

Na quarta-feira (30), resultado de Botafogo x Bahia coloca o Coritiba de volta ponto de largada Faz campeonato brasileiro. E, infelizmente, não é surpreendente. Com problemas estruturais, a coxa fica entre a cruz e a espada. Para atrair jogadores de qualidade, você precisará investir. Só que não há lugar para tirar dinheiro para fazer isso.

Os tempos

O Coritiba voltou com mudanças. Jorginho deu uma nova oportunidade para Gabriel comece a jogar. Ele é Giovanni Augusto foram fundamentais para uma boa produção ofensiva. Novamente sem proprietários – meio-campo com Hugo Moura, Matheus Sales mim Matheus Good – O Coxa precisava da aparição dos dois jogadores mais ofensivos. Gabriel, em particular, teria que apresentar a dinâmica do jogo que ainda não havia apresentado no clube.

Caso contrário, não há mudanças em relação ao vitória sobre o basco, porque por enquanto as opções de transmissão foram mais restritas. Sassá foi despedido, Neílton está ferido, Giovanni e Igor Jesus foram negociados, Cerutti mim Mattheus oliveira Só podem jogar a partir do dia 13 de outubro … Por isso o Coritiba continua em busca de jogadores no mercado. E só agora é que se trata de “reforços Série A”, termo que Jorginho utiliza para definir a procura de contratações. O tempo perdido em oito meses deve ser recuperado de forma rápida e eficiente.

+ Uma análise do cenário eleitoral do Coritiba

Do lado do Fluminense, um time cheio de ausências. Mesmo Fred, que tem uma longa história no clube, admitiu que o treinador Odair Hellmann está a escalar “quem pode jogar”, e isso pode incluir o próprio avançado. O foco, claro, deve ser em Fred, mas principalmente em bebêAos 37 anos, continua a ser decisivo no futebol brasileiro, pela capacidade de resolver jogos.

Fluminense x Coritiba: o jogo

A estratégia do Coritiba não mudou muito. O plano era explorar os espaços cedidos pelo Fluminense para tentar contra-atacar. Mas havia um buraco tático o que foi decisivo aos sete minutos, quando Michel Araújo teve espaço para colocar o corpo em ordem e chutar na área para abrir o placar.

Hudson à frente de Hugo Moura. Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC

E que buraco tático foi esse? Como o Giovanni Augusto não é um jogador com fôlego para voltar à linha defensiva e depois projetar desde a final, houve toda uma engenharia. No ataque, a camisa 90 flutuou, inclusive trocando de posição com Robson. E quando marcou, foi Matheus Bueno quem fechou o setor esquerdo. Mas o volante tinha uma grande propriedade para marcar, porque havia um buraco no meio-campo, onde Giovanni não voltou. Michel Araujo viajou para lá na hora do gol. E aí o Rio tricolor dominou.

+ Opinião: No futebol brasileiro, o negócio é “farinhazinha, meu pirão primeiro”

De volta ao placar, Coxa continuou recuando. Wilson ou Sabine eles chutaram para a frente e logo a bola estava de volta ao campo de forma brilhante. A sensação era que Jorginho não tinha soluções para propor a partida. Para complicar as coisas, o meio campo foi aberto e os locais jogaram sem serem ameaçados.

Poucas opções

Parecia haver apenas uma opção confiável, que era avançar William Matheus. Os meninos, pelo menos, tentaram, tanto que o primeiro chute a gol foi dado por Matheus Bueno após passe de Natanael. Foram 30 do primeiro tempo e depois o Coritiba decidiu jogar no campo do Fluminense. Tanto que com um pouco de presença ofensiva Robson ele errou um gol, em um passe de William Matheus.

Robson, aqui na marca de Dodi, acertou duas bolas na trave. Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC

Jorginho resolveu mudar, colocando Thiago Lopes mim Nathan nos lugares de Matheus Bueno e Giovanni Augusto. Mas apenas Robson realmente ameaçou o gol de Muriel. A bola no travessão da camisa 30 sinalizou que poderia ser sacado. Você só tinha que querer e precisar jogar. E o Fluminense não precisou ir muito ao ataque para fazer o segundo, com Felippe Cardoso, que acabava de entrar – Sabino não conseguiu marcar.

+ Confira todas as postagens do blog AQUI!

Só com 18 minutos da etapa final que o técnico alviverde colocou Sarrafiore, no lugar de Gabriel. E então, inacreditavelmente, ele mudou o volante … Ramon Martinez em vez de Hugo Moura. Como punição, pouco depois Nino fez 3×0. E ainda levaria o quarto, com pênalti de Ganso. O Coritiba foi derrotado. E muito justamente. O resultado deve servir de alerta para Jorginho e as lideranças. Para as cartolas, você precisa contratar com extrema urgência. E o treinador, o que você não pode jogar a Série A só pensando em se defender.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *