Temem pela segurança de um jornalista britânico desaparecido na Amazônia brasileira | segurança do jornalista

Crescem os temores pela segurança de um jornalista britânico e de um especialista indígena brasileiro que desapareceu em um dos cantos mais remotos da Amazônia poucos dias depois de receber ameaças.

Dom Phillips, um colaborador de longa data do Guardian no Brasil, foi visto pela última vez no fim de semana na região de Javari, no estado do Amazonas, uma vasta região de rios e florestas tropicais perto da fronteira com o Peru.

O repórter estava viajando com Bruno Araújo Pereira, ex-funcionário do governo encarregado de proteger as tribos isoladas do Brasil, que há muito recebe ameaças de madeireiros e mineradores que buscam invadir suas terras.

Phillips, que está trabalhando em um livro sobre meio ambiente com o apoio da Fundação Alicia Patterson, está sediado em Salvador e faz reportagens sobre o Brasil há mais de 15 anos para jornais como The Guardian, The Washington Post, The New York Times e Financial Times.

Na segunda-feira, líderes indígenas locais deram o alarme depois que os dois homens desapareceram durante uma missão de esclarecimento na rede de rios ao redor da cidade de Atalaia do Norte, ponto de entrada da reserva Javari.

Em nota, o grupo indígena Univaja disse que Phillips e Pereira partiram na semana passada de barco para uma região conhecida como Lago do Jaburu e chegaram ao seu destino na noite de sexta-feira.

Aproximadamente às 6h de domingo, após dois dias de reportagens, acredita-se que a dupla tenha começado a regressar por via fluvial à Atalaia do Norte. A viagem não deveria ter demorado mais de três horas, mas um grupo de busca foi enviado por volta das 14h, depois que eles não chegaram.

O comunicado da Univaja disse que os homens receberam ameaças nos dias que antecederam seu desaparecimento, embora não forneça mais detalhes específicos.

Um porta-voz do Guardian News & Media disse: “O Guardian está muito preocupado e está buscando informações urgentes sobre o paradeiro e a condição de Phillips. Estamos em contato com a embaixada britânica no Brasil e autoridades locais e nacionais para tentar apurar os fatos o mais rápido possível.”

Phillips se juntou a uma das expedições de Pereira à mesma região em 2018 para relatar as tribos perdidas da Amazônia para o The Guardian.

Ele é conhecido por seu amor pela região amazônica e viajou para lá extensivamente para relatar a crise que o meio ambiente do Brasil e suas comunidades indígenas enfrentam.

“Amazônia sua linda”, escreveu o jornalista na semana passada no Instagram ao lado de um vídeo de um barco descendo um dos rios da região.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.