“Temos que dar tempo, mas não há tempo …” – Observador …

No final da partida, após ter visto o cartão amarelo na zona técnica aos cinco minutos de descontos, o olhar concentrado de Sérgio Conceição e o sorriso sarcástico para o árbitro Hélder Malheiro mostraram o descontentamento dos dragões com algumas decisões disciplinares principalmente após da expulsão de Zaidu com dois cartões amarelos. No entanto, e mais importante, o FC Porto quebrou a sequência de três jogos sem vitórias entre o Campeonato e a Liga dos Campeões com um A estreia dos sonhos de Evanilson como iniciador, no Dragão e no Primeiro.

Sérgio inovou, falhou e voltou a mudar mas a melhor táctica é a mais simples: ter Corona (a crónica FC Porto-Gil Vicente)

“São rapazes que vêm para o FC Porto, um clube desta dimensão, estão a fazer o seu trabalho e a adaptar-se da melhor forma. Eles têm qualidade, humildade, estão caminhando, mas é preciso dar um tempinho, embora em um grande clube não faz muito tempo, Não sei se vocês entendem o que estou dizendo … ”, comentou ao final da zona de entrevistas da SportTV após o encontro. Antes, o brasileiro havia comentado sobre a exposição.

“Semana dos sonhos?” Sem dúvida, é a semana mais importante para mim. Estreei-me com esta camisola, importante e pesada, assim como na Champions League, uma competição importante a nível mundial. Eram sonhos que ele agora poderia realizar. Estou até feliz por ganhar este prêmio de melhor na área. O jogo começou difícil para acertar no marcador, mas o trabalho da equipa foi o mais importante e marcámos o golo. Na segunda parte a nossa equipa soube sofrer e o mais importante foram os três pontos conquistados ”, disse.

A maioria dos brasileiros leva tempo para se ajustar a outras realidades. Procurei trabalhar, aprendi muito com o técnico Sérgio Conceição e aguardei muito essa oportunidade. Vou continuar trabalhando e ajudar o melhor pela equipe ”, finalizou o ex-atacante do Fluminense.

Convocado para a Seleção Olímpica Brasileira, reserva titular da Liga dos Campeões e MVP na estreia no Campeonato, Evanilson tornou-se o o mais jovem estrangeiro nos últimos 60 anos a marcar no primeiro jogo na luta principal do calendário nacional, sendo o quinto jogador do Fluminense a igualar a camisa Azul e Branca após o mais recente Carlos Alberto, Feijão que fez o primeiro gol na final dos Campeões de 2004, e Branco, um dos melhores esquerdistas brasileiros na. a história dos dragões. Paralelamente, o avançado também foi o primeiro a marcar no jogo de abertura da Primeira Liga após o Soares em 2017.

“Foi um jogo difícil, mas mais pela ineficiência ofensiva. Não fomos bem, pensámos em dar dinamismo à equipa com gente que pudesse dar conta por dentro, com jogadores criativos como Nakajima e Fábio Vieira, para dar a possibilidade de criar espaços onde faltava, e dar largura e profundidade ao Corona e ao Manafá com dois avançados na frente. Foi uma dinâmica ousada mas não é porque há muitos à frente que o perigo é criado. Então ajustei e criei algumas situações. No segundo tempo eu corrigi ainda mais e criamos cinco ou seis chances claras, até um pênalti. Se estivéssemos bem na finalização, teria sido um resultado massivo ”, sublinhou Conceição, antes de responder ao homólogo do Gil Vicente, Rui Almeida, que considerou que o FC Porto se adaptou ao Gil Vicente.

“Você realmente acha que brincar com Três zagueiros e sete atacantes se adaptam a qualquer time? Isso está criando um grande volume de jogo e esmagando o oponente. O Gil Vicente conseguiu controlar com alguma agressividade na primeira meia hora mas ainda tivemos oportunidades. Estava convencido de que era assim que criaríamos grandes dificuldades. O jogo dá coisas diferentes e me ajusto, para que me paguem. Se fizermos quatro ou cinco gols, ninguém vai ficar chocado ”, disse o técnico Azul e Branco.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *