Totvs amplia oferta para Linx e critica fortemente a gestão da empresa

Em reunião realizada na quarta-feira, dia 7, o Conselho de Administração da Totvs (TOTS3) aprovou a expansão da oferta combinada com a Linx (LINX3) até 17 de novembro e também criticou duramente a atuação dos conselheiros independentes da segunda empresa, que decidiram não levar a oferta à assembleia geral. A Totvs respondeu ponto a ponto a cada uma das questões levantadas na proposta, levantando suspeitas sobre a adequação favorecida pela proposta de Stone.

O documento alega que a falta de transparência e o ‘modus operandi’ de suprimir a possibilidade de escolha dos acionistas tem sido uma prática reiterada da administração da Linx, e Totvs alega que crescentes dificuldades foram criadas para impedir que a proposta é adequado. apreciado na reunião em detrimento da oferta de Stone.

“Desde o início, os diretores independentes da Linx se comprometeram publicamente a garantir uma concorrência justa e aberta entre as propostas”, disse a empresa em um Fato Relevante publicado na quinta-feira, dizendo que a Totvs confiava no “compromisso de equilibrar as duas ofertas”. . Depois de assinar aditivos e analisar apressadamente as propostas, os assessores da Linx, segundo Totvs, “perderam a independência e passaram a fazer parte integrante e contenciosa da análise”.

“Sob o pretexto de entender a proposta da Totvs, eles se limitaram a tentar adequar a proposta ao modelo de Stone, esperando que a Totvs concordasse em se submeter às mesmas ilegalidades e também constranger seus acionistas”, critica a empresa, dizendo que não vai concordar com isto.

Totvs passa então a apontar, ponto a ponto, as críticas que os conselheiros independentes da Linx fizeram à oferta, dizendo que sua atitude é “absolutamente contraditória”. “Se você está tão convencido de que a proposta de Stone é melhor, por que não fazer o mesmo negócio e apresentar os dois para isentar os acionistas na mesma reunião?”, Questiona a administração, dizendo que os administradores da Linx vão tirar vantagem pessoalmente aprovando a oferta de Stone.

Um dos pontos que a Totvs chama a atenção é um “suposto risco de aposentadoria” que os conselheiros independentes da Linx apontaram ao não dar seguimento à oferta, dizendo que a afirmação é infundada e é mais um “subterfúgio” para desqualificar a empresa. companhia. “A administração da Totvs tem repetidamente confirmado sua intenção de realizar a assembleia geral de acionistas com antecedência, de apresentar e aprovar a proposta com antecedência, antes mesmo da assembleia geral de acionistas da Linx”, diz Fato Relevante.

A Totvs também critica a afirmação de que é possível avaliar as sinergias entre as duas empresas, mostrando em outro documento que o lucro operacional está estimado em um valor presente líquido de aproximadamente R $ 3,2 bilhões, com a redução dos custos operacionais em R $ 60 milhões ao ano, e com lucro líquido de R $ 160 milhões ao final do quarto ano após a combinação de negócios. “Esses fatos mostram que o comitê independente não tinha intenção real de avaliar a proposta da Totvs de maneira imparcial”, e disseram que os assessores o fizeram como forma de indicar inferioridade em relação à oferta de Stone.

Sobre a maior dificuldade para aprovar a oferta no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Totvs reafirma que a multa de R $ 100 milhões em caso de aprovação mostra a confiança da empresa de que isso não acontecerá. “O processo de análise das duas propostas deve ser semelhante e o tempo de exame muito próximo, sem justificativa para uma suposta diferença de tempo relevante”, diz Totvs, lembrando que a proposta da Stone também receberá “desafios significativos de seus concorrentes” e daria origem a práticas que a própria empresa de pagamentos questionava no colegiado.

Semana dos Vencedores: aprenda a negociar com um lucro potencial de R $ 50 a R $ 500, negociando apenas 10 minutos por dia, em um workshop grátis!

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci Shinoda

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *