Treinadores de futebol que perderam o emprego após a saída do time

RETOMAR

A Copa do Mundo FIFA de 2022 foi difícil porque até sete técnicos saíram ou foram demitidos do cargo após a saída de seu time do torneio. Com o fim da Copa do Mundo FIFA de 2022, aqui está uma retrospectiva dos treinadores que caíram na poeira, sua passagem pelo time e o legado que deixaram.

A Copa do Mundo FIFA de 2022 foi difícil porque até sete técnicos saíram ou foram demitidos do cargo após a saída de seu time do torneio.  Com o fim da Copa do Mundo FIFA de 2022, aqui está uma retrospectiva dos treinadores que caíram na poeira, sua passagem pelo time e o legado que deixaram.
1 / 8

A Copa do Mundo FIFA de 2022 foi difícil, pois até sete dirigentes saíram ou foram demitidos após a saída de seu time do torneio. Com o torneio encerrado, aqui está uma olhada nos treinadores que caíram na poeira, seu mandato na equipe e o legado que deixaram para trás. (Imagem: Reuters)

Louis van Gaal
2 / 8

Luís van Gaal | Louis van Gaal treinou a Holanda durante a Copa do Mundo FIFA de 2022. Van Gaal foi nomeado técnico em 4 de agosto de 2021 e esta foi a terceira vez que assumiu o comando da seleção holandesa. Van Gaal foi uma das histórias inspiradoras da Copa do Mundo da FIFA 2022, ao entrar no torneio lidando com uma forma agressiva de câncer de próstata. Na Copa do Mundo FIFA de 2014, a Holanda perdeu para a Argentina em uma semifinal acirrada, após perder na disputa de pênaltis, após a qual van Gaal renunciou. Antes do início do torneio, Van Gaal anunciou que deixaria o cargo de técnico após o término da campanha do time. Ronald Koeman, ex-jogador do Barcelona, ​​é agora o novo treinador da seleção holandesa masculina. (Imagem: Reuters)

Tito |
3 / 8

Tito | Tite perdeu o cargo de técnico do Brasil após a derrota do time nas quartas de final para a Croácia. Tite renunciou após seis anos no comando do Seleção. O jogador de 61 anos dirigiu o Brasil em duas campanhas da Copa do Mundo, sendo a anterior a Copa do Mundo da FIFA 2018 na Rússia. Curiosamente, ambas as campanhas terminaram nas quartas de final. O destaque da passagem de Tite como técnico do Brasil veio em 2019, quando levou o time à Copa América em casa. Durante a Copa do Mundo no Catar, Tite respondeu às críticas que criticaram as comemorações do gol da seleção durante a vitória por 4 a 1 sobre a Coreia do Sul. (Imagem: Reuters)

Roberto Martínez |
4 / 8

Roberto Martínez | A Bélgica foi uma das grandes decepções da Copa do Mundo FIFA 2022 e o técnico da seleção, Roberto Martínez, teve que arcar com o peso do espetáculo indiferente da seleção no Catar. Pouco depois de a equipe não conseguir sair do grupo após um empate em 0 a 0 contra a Croácia, Martínez renunciou ao cargo. Martínez foi apontado como treinador dos red devils em 2016 e em 2018 também lhe foi atribuída a dupla responsabilidade de diretor técnico da equipa. Sob Martinez, a Bélgica viu a ascensão de sua “geração de ouro” como seleção à semifinal da Copa do Mundo FIFA 2018. A seleção também alcançou o primeiro lugar no ranking da FIFA sob sua tutela. Mas a “geração de ouro” estava em declínio quando o time chegou ao Catar. Uma vitória, uma derrota e um empate nas três partidas da primeira fase fizeram com que o time se retirasse precocemente do elenco, e com isso encerrou também a passagem de Martínez como técnico. (Imagem: Reuters)

    Fernando Santos
5 / 8

Fernando Santos | Fernando Santos, que guiou Portugal à histórica vitória na Euro 2016 da UEFA, também foi vítima após a eliminação de sua seleção da Copa do Mundo da FIFA 2022. Santos era o técnico da seleção masculina de Portugal desde 2014. O técnico de 68 anos também orientou a seleção equipe ao troféu da Liga das Nações da UEFA na temporada 2018/19. O Santos teve que lidar com a turbulência envolvendo o craque Cristiano Ronaldo durante a Copa do Mundo no Catar. Houve relatos de um intervalo entre os dois, embora o treinador tenha negado qualquer diferença. O Santos também colocou Cristiano Ronaldo no banco contra a Suíça e colocou Gonçalo Ramos em destaque, que fez um hat-trick. Ronaldo foi novamente escalado para a partida contra o Marrocos, mas a jogada fracassou quando o Marrocos derrotou Portugal para avançar. Santos renunciou ao cargo após a derrota do time, mas não por ser o técnico de maior sucesso do time. (Imagem: Reuters)

luis enrique |
6 / 8

luis enrique | A Espanha ficou de fora do torneio depois de perder a eliminatória das oitavas de final contra o Marrocos nos pênaltis. Embora o agora ex-técnico tenha afirmado que o time havia praticado 1.000 pênaltis no treinamento, mas no momento crítico, nenhum dos jogadores espanhóis conseguiu converter seus pênaltis. Após a saída da equipe do torneio, Enrique deixou o cargo. O ex-técnico do Barcelona havia assumido o La Roja em 2018 e levado a seleção espanhola às semifinais da Euro 2020. O jogador de 52 anos também levou a Espanha à medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. (Imagem: Reuters)

Gerardo 'Tata' Martino
7 / 8

Gerardo ‘Tata’ Martino | O argentino Gerardo ‘Tata’ Martino está no comando da seleção masculina do México desde 2019. Martino teve que se despedir do cargo depois que o time foi eliminado do torneio após a fase de grupos. O desempenho do México no Catar foi péssimo, já que o time conseguiu apenas uma vitória na fase de grupos do torneio. A partida antecipada do time significou que foi a primeira vez desde 1990 que o México não conseguiu avançar da fase de grupos de uma Copa do Mundo da FIFA. O tempo de Martino como técnico do México não será lembrado com carinho e seus críticos costumam rotular o time mexicano sob seu comando como o “pior de todos”. Sob o comando do técnico de 60 anos, o time também sofreu derrotas nos Estados Unidos nas finais da Liga das Nações e da Copa Ouro no verão de 2021. (Imagem: Reuters)

paulo bento
8 / 8

Paulo Bento | O português Paulo Bento é o técnico da seleção masculina sul-coreana desde 2018. Sob o comando de Bento, a Coreia do Sul conseguiu chegar às oitavas de final da Copa do Mundo da FIFA pela primeira vez desde 2002. jogo contra o seu país de origem, Portugal, porém os coreanos conseguiram vencer os portugueses. Mas a Coreia do Sul empatou com o Brasil nas oitavas de final e o Brasil provou ser um time muito difícil de vencer. Após a derrota para o Brasil, Bento renunciou. Ao anunciar sua saída, o técnico de 53 anos disse que a decisão foi tomada meses atrás e não foi afetado por nada do que aconteceu no Catar. (Imagem: Reuters)

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *