USWNT vence o Brasil por 2 a 0 na SheBelieves Cup

Orlando Flórida – A Seleção Feminina dos Estados Unidos teve um desempenho interessante durante a vitória por 2 a 0 sobre o Brasil na segunda de suas três partidas na Taça SheBelieves de 2021.

Gols no início e no final da Christen Press e Megan Rapinoe, respectivamente, ambos marcados por Lindsey Horan, valeram aos Estados Unidos os três pontos e o primeiro lugar na classificação do torneio com um dia de jogo para jogar.

A partida marcou a primeira vez que os Estados Unidos enfrentaram uma seleção brasileira comandada pela ex-treinadora do USWNT, Pia Sundhage, que levou os Estados Unidos à medalha de ouro nas Olimpíadas de 2008 e 2012 e às finais da Copa do Mundo Feminina da FIFA 2011.

A vitória coloca os Estados Unidos (2-0-0, 6 pontos) na posse do primeiro lugar na classificação da Taça SheBelieves e na pole position para levar para casa o título do torneio. Uma vitória ou empate contra a Argentina na quarta-feira, 24 de fevereiro, levaria os Estados Unidos a conquistar o título do torneio. O jogo começará às 19h00 horário de Brasília no FS1 e TUDN do Exploria Stadium em Orlando, Flórida.

Depois que Brasil e EUA venceram as primeiras partidas do torneio na quinta-feira, a implacável pressão inicial do USWNT valeu a pena aos 11 minutos, quando Lindsey Horan mandou um passe para Press pelo flanco esquerdo e após um drible engenhoso para a área. , chutou do canto superior da área para o primeiro gol do jogo e o décimo nos últimos 13 jogos. Foi também seu 59º gol na carreira pelos Estados Unidos. Ela é a 10ª de todos os tempos pelos Estados Unidos, mas seu próximo gol a empatará em 9º com Shannon MacMillan.

Em um jogo fluido que contou com um tremendo jogo de transição de ambas as equipes, os EUA continuaram a ameaçar na reta final e a precipitação de um chute livre levou a um gol seguro para o WNT, com Horan sacou uma bola para Rapinoe e voltou para casa aos 88 minutos Foi o 54º gol internacional de Rapinoe na carreira.

Horan registrou sua 30ª e 31ª assistências em sua carreira e se tornou a 18ª jogadora na história do USWNT a registrar 30 ou mais.

Qualificação: SheBelieves Cup 2021, apresentada pela Visa

EQUIPE GP C eu D GF Georgia GD Pts
EUA dois dois 0 0 3 0 +3 6
Brasil dois 1 1 0 4 3 +1 3
Canadá 1 0 1 0 0 1 -1 0
Argentina 1 0 1 0 1 4 -3 0

Os Estados Unidos pressionaram o Brasil desde o apito inicial e criaram uma série de oportunidades de gol logo no início. A meia Rose Lavelle foi capaz de dilacerar a defesa do Brasil com seu drible e em várias ocasiões teve apenas um jogador para vencer para criar oportunidades de gol, apenas para ver a bola ir embora. Press e Lynn Williams ameaçaram cair pelas alas e fizeram um tremendo trabalho defensivo, enquanto Alex Morgan, que estreou desde a final da Copa do Mundo Feminina da FIFA 2019, também teve várias oportunidades de ataque.

O Brasil teve apenas dois chutes a gol durante a partida, mas parecia perigoso ao longo do jogo e a melhor oportunidade do sul-americano no primeiro tempo após um intervalo de Debinha e Ludmila se frustrou com um chute bloqueado brilhante de Crystal Dunn dentro da área.

Os dois atacantes criariam uma série de oportunidades para o Brasil no intervalo, mas a defesa do USWNT se manteve forte com uma série de jogadas defensivas de embreagem em seu próprio território para manter. a Canarinhas sem pontuação. Os Estados Unidos não permitiram um gol nos últimos cinco jogos, e a goleira Alyssa Naeher registrou dez derrotas consecutivas, a mais longa seqüência individual na história do WNT.

Mais uma vez, os suplentes do treinador americano Vlatko Andonovski rebatiam do banco. O golo tardio de Rapinoe não foi apenas o factor decisivo, mas também marcou o quinto jogo consecutivo que um suplente marcou na segunda parte.

REDUÇÃO DA PONTUAÇÃO DA META

EUA – Christen Press (Lindsey Horan), 11 minutos: Depois de um forte desarme para ganhar a bola perto do meio-campo, Julie Ertz passou a bola para Lindsey Horan na corrida pela lateral esquerda. O meio-campista acertou Christen Press, que recebeu uma bola, cortou por dentro e chutou do canto esquerdo superior da área, bem no poste direito, para o primeiro gol da partida. DESGASTE 1, BRA 0

EUA – Megan Rapinoe (Lindsey Horan), 88 minutos: Perto da linha lateral direita, Emily Sonnett encontrou Linsdey Horan correndo pela asa. Ela acertou uma bola cruzada estrondosa que passou por seu defensor e entrou na área. Megan Rapinoe, que estava muito marcada, passou furtivamente na frente da sua defesa na marca de grande penalidade e rematou com as mãos da guarda-redes na trave certa. USA 2, BRA 0

NOTAS ADICIONAIS

  • Os Estados Unidos melhoram para 30-3-5 todos os tempos contra o Brasil.
  • Os Estados Unidos estenderam sua seqüência de invencibilidade para 36 jogos. Os Estados Unidos estão invictos nos últimos 52 jogos em casa – 47 vitórias e cinco empates. A corrida fez com que os Estados Unidos superassem os adversários em 182-27, incluindo uma margem de 52-3 durante os últimos 14 jogos em casa.
  • O técnico dos EUA, Vlatko Andonovski, está 15-0-0 em seus primeiros 15 jogos, ampliando o recorde de melhor partida de um técnico da história do USWNT. A atual técnica do Brasil, Pia Sundhage, tem a segunda melhor partida para qualquer treinador na história do USWNT, com 10 vitórias consecutivas.
  • Andonovski fez quatro mudanças no time titular desde a abertura da SheBelieves Cup contra o Canadá, com Rose Lavelle, Alex Morgan, Christen Press e Emily Sonnett substituindo Carli Lloyd, Catarina Macario, Margaret Purce e Megan Rapinoe.
  • A goleira Alyssa Naeher registrou seu 40º e 10º shutout º folha limpa consecutiva, estendendo seu próprio registro USWNT.
  • Rose Lavelle e Emily Sonnett jogaram 50 jogos pelos EUA, os 61º e 62º jogadores da história do USWNT, alcançando 50 partidas.
  • A atacante Sophia Smith, de 20 anos, venceu sua segunda partida internacional e fez sua primeira aparição do ano, substituindo Lynn Williams aos 65 minutos.
  • A imprensa esteve diretamente envolvida em 27 gols em suas últimas 28 partidas pelos Estados Unidos, marcando 12 gols e auxiliando mais 15. Ele também sacou no lance livre que levou à vitória do jogo de Rose Lavelle contra o Canadá em 18 de fevereiro.
  • A meia Lindsey Horan participou de oito dos 13 gols do USWNT em 2021. Ela participou de dois gols e empatou um pênalti contra a Colômbia em 18 de janeiro, marcou e participou de outro gol contra a Colômbia em 18 de janeiro. 22, teve uma assistência contra o Canadá em 18 de fevereiro e duas contra o Brasil esta tarde.
  • Horan também marcou ou ajudou em quatro dos últimos cinco gols que o USWNT marcou. Ele marcou o quinto gol na vitória dos Estados Unidos por 6 a 0 sobre a Colômbia em 22 de janeiro. Ele ajudou na vitória de Rose Lavelle contra o Canadá em 18 de fevereiro e ajudou nos dois gols contra o Brasil hoje.

SheBelieves Cup 2021, apresentada pela Visa, relatório do jogo –

Jogo: Seleção Feminina dos Estados Unidos x Brasil
Encontro: 21 de fevereiro de 2021
Competência: SheBelieves Cup 2021
Local de eventos: Estádio Exploria; Orlando Flórida
Assistência: 4.000 (capacidade para assistência limitada)
Começo: 15h05 horário do leste
Tempo: 72 graus, céu geralmente nublado

Resumo da pontuação: 1 dois F
Estados Unidos 1 1 2
BRA 0 0 0

EUA – Christen Press (Lindsey Horan) 11 minutos
Estados Unidos – Megan Rapinoe (Lindsey Horan) 88

Lineups:
EUA: 1-Alyssa Naeher; 14-Emily Sonnett, 4-Becky Sauerbrunn (Capitão), 7-Abby Dahlkemper, 19-Crystal Dunn, 8-Julie Ertz, 9-Lindsey Horan, 6-Lynn Williams (17-Sophia Smith, 65), 16-Rose Lavelle (22-Kristie Mewis, 83), 23-Christen Press (15-Megan Rapinoe, 71), 13-Alex Morgan (10-Carli Lloyd, 71)
Subs não utilizados: 2-Casey Krueger, 3-Jaelin Howell, 5-Kelley O’Hara, 11-Catarina Macario, 12-Tierna Davidson, 18-Jane Campbell, 20-Margaret Purce, 21-Casey Murphy
Treinador principal: Vlatko Andonovski

APOIO, SUPORTE: 1-Barbara; 6-Tamires, 4-Rafaelle, 3-Bruna, 2-Kathellen (23-Jucinara, 72), 7-Andressa (11-Cristiane, 72), 17-Andressinha, 10-Marta (Cap.), 16-Beatriz ( 13-Júlia, 56), 19-Ludmila (20-Gio, 85), 9-Debinha
Subs não utilizados: 5-Geyse, 8-Ivana, 12-Aline, 14-Adriana, 15-Chú, 18-Camila, 21-Tainara, 22-Leticia
Treinador principal: Pia Sundhage

Resumo estatístico: USA / BRA
Fotos: 17/10
Tiros no alvo: 5/2
Salvo: 2/3
Cantos: 2/1
Faltas: 11/9
Impedimento: 2/2

Resumo de má conduta:
BRA – Bruna (Cuidado) minuto 33
Estados Unidos – Lindsey Horan (Cuidado) 52
BRA – Tamires (Cuidado) 58
BRA – Ludmila (Cuidado) 80

Funcionários:
Árbitro: Melissa Borjas (HON)
Árbitro Assistente 1: Shirley Perello (HON)
Árbitro Assistente 2: Chantal Boudreau (CAN)
4º Oficial: Marianela Araya Cruz (CRC)

US Soccer Insiders Mulher em campo: Christian Press

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *