Veja: Gol polêmico do Brasil após assistência do árbitro na vitória da Copa América contra a Colômbia

Fonte da imagem: SCREENSHOT/SONY LIV

Jogadores colombianos protestam diante do árbitro Néstor Pitana após o gol polêmico de Roberto Firmino durante a partida Brasil x Colômbia na manhã desta quinta-feira.

O Brasil fez uma forte reivindicação para a Copa América na manhã desta quinta-feira, quando o time marcou dois gols no final da desvantagem para vencer a Colômbia, que assumiu a liderança no início da partida com o gol espetacular de Luis Diaz em São Paulo. A vitória do Brasil veio aos 90+10 minutos dos acréscimos, quando Casemiro cabeceou o gol da vitória de escanteio.

No entanto, foi o gol de empate do Brasil de Roberto Firmino que ganhou as manchetes da noite e deixou os colombianos furiosos, já que o árbitro teve papel direto no grupo, já que o gol do Brasil no contra-ataque atingiu o árbitro antes dos dois últimos toques que levaram ao objetivo.

Colômbia, que começou a defender com todas as suas forças depois de assumir a liderança contra um time brasileiro que mal parou de cercar sua área de pênalti. Parecia que a Colômbia poderia aguentar, até que o joelho do árbitro argentino Néstor Pitana entrou em jogo.

Pitana acidentalmente bloqueou um passe de Neymar a cerca de 10 metros da área colombiana aos 78 minutos. Os zagueiros colombianos pararam momentaneamente, mas o reserva brasileiro Lucas Paquetá acabou de passar a bola para o lateral-esquerdo Renan Lodi e seu cruzamento encontrou Roberto Firmino, cujo cabeceamento angulado passando pelo goleiro colombiano David Ospina.

Os colombianos inicialmente se recusaram a reiniciar a partida, mas Pitana, árbitro da final da Copa do Mundo de 2018, confirmou o gol do Brasil.

O Brasil continuou pressionando nos minutos finais e encontrou sua recompensa nos descontos. Neymar cobrou escanteio e Casemiro fez o gol da vitória.

“Eles vieram até nós uma vez e depois pararam”, disse Casemiro após a partida. “Foi o nosso ataque contra a defesa dele. A Colômbia é uma equipe forte, mas, como o treinador exige, somos muito fortes mentalmente”.

Na terça-feira, Equador e Peru empataram em 2 a 2 no Estádio Olímpico de Goiânia. Os equatorianos abriram o placar com um gol contra de Renato Tapia aos 23 minutos e fizeram o segundo por Ayrton Preciado nos acréscimos do primeiro tempo.

O Peru empatou no segundo tempo com gols de Gianluca Lapadula aos 49 minutos e André Carrillo aos 54. Ambas as equipes mantiveram suas chances de avançar para a fase eliminatória.

O Brasil lidera o grupo com nove pontos após três jogos. A Colômbia tem quatro das quatro partidas. O Peru também soma quatro pontos, seguido pelo Equador (3) e Venezuela (2). As quatro melhores equipes avançam para a fase de playoffs.

O Brasil fará seu último jogo da fase de grupos no domingo contra o Equador.

(Com contribuições da AP).

últimas notícias de críquete

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.