Você só verá Marte como esta noite em 2033

O grande destaque de outubro de 2020, em termos de observação dos planetas, é sem dúvida Marte, aquele lindo planeta avermelhado. Isso porque, na madrugada do dia 6 de outubro de 2020, às 03h14:17, havia a menor distância entre Marte e a Terra e na noite de 13 de outubro de 2020, às 20h25, Marte estará em oposição, com apenas 0,4192 unidades astronômicas.

Para ver Marte, o planeta vermelho, em todo o seu esplendor na noite de 13 de outubro, você pode acompanhar o professor Marcos Calil ao vivo, que começa às 21h.

Estados como Acre, Rondônia, Amazonas, Roraima, Pará, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além do Norte e Centro-Oeste do Paraná, Distrito Federal e Norte de Goiás e Sul do Espírito Santo passam a noite do dia 13 no dia 14 de outubro com muitas nuvens e condições de chuva, o que dificultará a observação de objetos celestes. Mas em outros estados brasileiros, mesmo com a presença de algumas nuvens, a observação será possível.

Céus, como sempre diz o professor Marcos Calil!

O que significa a oposição de Marte?

É nesta situação de oposição que teremos o melhor momento para observar o planeta Marte. A noite de 13 de outubro de 2020 é especial porque Marte estará tão brilhante e em uma posição semelhante a esta apenas nos anos de 2033 e 2035!

A noite que Marte estará em oposição, em 13 de outubro, teremos a observação mais longa possível deste planeta. Assim, no momento em que o sol se põe no horizonte ocidental, o planeta Marte nascerá no horizonte oriental. Conforme as horas passam, quando eu entro 23 horas e meia-noite, Marte vai cruzar a linha meridiana, uma linha imaginária que divide o céu em duas partes iguais, passando pelos pontos cardeais norte e sul, além do zênite.

Isso significa que Marte estará no meio da estrada até o pôr do sol. Neste ponto, o observador deve se dirigir ao horizonte norte e olhe para o ponto mais alto do céu, ou seja, observe o zênite. Logo abaixo do zênite teremos o planeta Marte com seu forte brilho avermelhado. Eventualmente, Marte continuará seu caminho aparente através do céu e seu declínio ocorrerá no horizonte oeste, muito perto do momento em que o sol nascerá no horizonte leste.

Vênus e a Lua mostram

Enquanto muitas pessoas ainda dormem, outras olham para o céu. Daí o privilégio de quem quer acordar cedo. O pA lança de Vênus será facilmente vista, pois seu brilho prateado é muito intenso. Além disso, em Nos dias 13 e 14 de outubro a Lua estará próxima a este planeta, dando um embelezamento ainda maior ao céu.

Para 13 de outubro de 2020, podemos começar a observar Vênus e a Lua, aproximadamente 2 horas antes do nascer do sol. Mas, prefira contemplar esta bela aproximação entre Vênus e a Lua, aproximadamente 1 hora antes do nascer do sol, pois as condições para as observações serão mais favoráveis. Conforme os minutos passam, Vênus e a Lua ganham altura até que o brilho de Vênus seja lentamente diminuído pelos primeiros raios do sol.

Mais informações sobre astronomia

Todas as Terça-feira, às 21h, o Prof. Marcos Calil sai para informar os amantes da astronomia observacional sobre quais fenômenos astronômicos observar no céu.

Assista agora ao programa para contemplar os diversos fenômenos astronômicos que estão ocorrendo no céu de sua cidade https://www.youtube.com/watch?v=TnHonuJ6rwQ, inscreva-se no canal e siga Marcos Calil no Twitter e Instagram (@MarcosCalil )

Veja também:

Previsão Brasil – Tempestades no sudeste e norte do país

  • separador

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *